sexta-feira, 17 de abril de 2009

“Se algo de ruim lhe acontecer, abençoado seja!”

As coisas não são nem boas nem ruins, elas simplesmente são.
Somos nós quem qualifica os acontecimentos e damos permissão para nos deixarem tristes ou alegres.
Um exemplo diário é o trânsito.
Quantas vezes estamos atrasados e nos deparamos com um carro bloqueando a passagem?
Qual a nossa primeira reação?
Normalmente pensamos: “era só o que me faltava, eu já estou atrasada e ainda por cima isso”, além das buzinadas e expressões de raiva.
Mas será que esse carro não está sendo um anjo em nossa vida ao nos atrasar?
Se tudo correr bem, jamais saberemos.
Todos temos uma noção do que o trânsito nos causa, mas será que não é com a nossa permissão?
Ousemos abençoar a situação “ruim” e só por isso já estaremos ganhando muito ao não perder a paciência e o bom humor!

Paz e Luz
Jornal: Gazeta Lusófona - Agosto/09
Jornal: Sol Português -Toronto - Canadá - 22/05/2009
Jornal: Tribuna do ABCD - 08/04/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário