domingo, 12 de julho de 2009

“Quando achei que sabia todas as respostas, mudaram-se as perguntas”.

Adoro essa frase, ela contém a regra básica da vida: tudo se transforma e as mudanças serão constantes, afinal não nascemos prontos.
Porém como lidar com as transformações?
De tempos em tempos a vida nos colocará em cheque. E todos os momentos em que a vida tem feito isso comigo, desde que ouvi essa frase: “quando achei que sabia todas as respostas, mudaram-se as perguntas”, o caminho ficou mais fácil.
Sempre que nos firmarmos em certezas e elas passarem a ser a única verdade e quisermos que o mundo ande segundo o nosso passo, as perguntas mudarão e as velhas respostas não servirão mais.
A cada dia há muito a aprender e descobrimos que muitas vezes o conhecimento possuído não serve para coisa alguma quando a nossa vida dá uma revirada. Então o jeito é nos encher de coragem, deixar o orgulho de lado, criar coragem para dizer “eu não sei como farei para resolver a minha situação” e...recomeçar.
As perguntas mudam a todo momento, no entanto gostamos do conforto de saber o que fazer e para nos sentirmos seguros escolhemos algumas respostas que servem de modelo e passam a ser o nosso padrão de pensamento e comportamento. Agarramo-nos às respostas e por fim elas se tornam as únicas corretas. Quem não possui o mesmo padrão de respostas que as nossas terão que ser convencidos pois em nosso conceito estamos sempre certos – temos as respostas corretas! Gastaremos nossa energia para provarmos nosso ponto de vista.
Conclusão, muitas vezes perdemos a amizade, o cliente, casais se separam e não entendemos que são muitas as maneiras de se ver a vida. A cada momento as perguntas mudam para todos e, conseqüentemente as respostas, e nem sempre elas mudam na mesma velocidade e intensidade. Dia-a-dia somos chamados a recriar nossos horizontes e a formular o modelo ideal para nossas vidas e isso não significa dizer que o certo para mim assim será para toda a humanidade.
Por isso não se assuste caso numa das encruzilhadas da vida você for chamado a repensar na maneira como vê tudo o que o cerca!

“Paz e Luz”


Jornal: Sol Português - Toronto - Canadá - 31-07-09

Nenhum comentário:

Postar um comentário