domingo, 3 de janeiro de 2010

“Se você pensa que eu sou o problema, então terá que me modificar”. – Robert Kyiosaki – Pai Rico, Pai Pobre

Constantemente temos o desejo secreto de ver os outros se modificarem e se isso acontecesse, com certeza as nossas vidas fluiriam melhor.
Encontramos sempre muitos responsáveis pela situação desagradável que estamos vivendo.
No entanto, enquanto acreditarmos que os outros são o problema, não nos resta outra saída além de queremos modificá-los.
Mas se percebermos sermos nós o problema, então teremos a chance de trabalhar para alcançar o almejado.
As mudanças normalmente estão relacionadas com a forma como vemos as coisas quando acontecem. Se nos colocarmos em posição de vítimas, veremos o mundo inteiro segundo essa visão.
Porém quando assumimos a responsabilidade pela nossa felicidade, as condições necessárias para o aprimoramento surgem e com isso temos a chance de modificar as situações desagradáveis e não esperar que o acaso faça a nossa parte.
Pode ser termos de alterar algum conceito para obter um novo efeito, mas isso é melhor do que ficar apenas com esperanças que as situações vão melhorar por si só.
Recordo-me de ouvir uma frase muito esclarecedora:
“Enquanto temos esperança, não agimos”.

Thatiana Tondato – Consultora Empresarial e Palestrante Motivacional
Site: www.thatianatondato.com.br

“Paz e Luz”

Jornal: Sol Português - Toronto - Canadá - 25/12/09

Nenhum comentário:

Postar um comentário