segunda-feira, 22 de março de 2010

“Somente o que muda, permanece” – Confúcio

Quantas vezes já nos propusemos a fazer mudanças benéficas para o nosso bem-estar ao se aproximar o dia 1° de janeiro?
Fazemos promessas e mais promessas, mas no meio do caminho desanimamos e quase nem nos lembramos quais eram as metas para o novo ano.
Por vezes somente um choque grande nos despertará para realizarmos as alterações tão almejadas por nós.
Enquanto isso não ocorre, entramos em uma roda viva que nos deixa alienados, indiferentes e os sonhos não têm mais aquele lugar especial no nosso coração.

As nossas bases têm que ser estremecidas para agirmos.
Mudamos então, porque sabemos: o novo não pode ser pior do que o modo como vivíamos.
Podemos esperar até a vida puxar o nosso tapete para acordarmos ou podemos tomar de volta as rédeas da nossa vida e lhe dar um novo rumo.

Thatiana Tondato – Consultora Empresarial e Palestrante Motivacional
Site: www.thatianatondato.com.br

“Paz e Luz”


Jornal - Sol Português - Toronto - Canadá - 19/03/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário