domingo, 30 de maio de 2010

“Todos nós seres humanos às vezes funcionamos como lentes corretivas – ajustamos o foco”.

Conversando com um amigo pouco antes de começar uma palestra, ele comentou que não podemos dar de mais, nem oferecer de menos e que nem todos estavam no mesmo degrau na evolução.
Perguntei-lhe então: como fazer? O que falar, como fazer a palestra?
Nesse momento perdi o rumo. Pareceu nessa hora que todo o meu trabalho tinha sido em vão! Ele consegue fazer isso comigo, em poucas palavras meu mundo se desfaz e tenho que reconstruí-lo e isso tudo antes de iniciar uma palestra! Então disse-me: “todos nós seres humanos às vezes funcionamos como lentes corretivas – ajustamos o foco”.
Pensei um pouco, tomei fôlego e fui fazer o meu trabalho. Resolvi iniciar com aquela frase.
Muitas vezes as pessoas perdem-se nos próprios pensamentos, criam situações que jamais ocorrerão, e acreditam tanto nessa mentira que ela passa a ser verdade. Somos lentes corretivas quando nos lembramos do poder das palavras de elevar ou destruir e ao escolhermos elevar aos outros, as nossas palavras poderão mostrar uma luz e a outra pessoa consegue continuar caminhando com suas próprias pernas.
Porém ações falam mais alto que qualquer palavra e elas são a verdadeira inspiração, o que realmente ajusta o foco.
Não encontraremos segurança fora de nós, entretanto quando nos cercarmos de pessoas calmas, tranqüilas e seguras, isso nos ajudará a trazer o melhor de nós à tona e conseqüentemente também seremos bons exemplos aos que nos cercam.
Às vezes tudo o que necessitamos é saber ser possível sairmos de alguma dificuldade e quando temos exemplos de como fazer facilita muito o caminho.
Que tipo de lente você está sendo?

Thatiana Tondato – Consultora Empresarial e Palestrante Motivacional
Site: thatianatondato.com.br

Ouça o programa "Wake Up" com Thatiana Tondato toda segunda-feira as 18:00 pelo site www.radioliceu.com.br

“Paz e Luz”

Jornal - Sol Português - Toronto - Canadá - 28/05/10

“A quem você quer agradar?”

Essa frase foi dita por amigo, quando comentávamos sobre a minha performance nas palestras que ministro toda semana para empresários.
Fiquei parada sem saber o que lhe responder. Nunca tinha me feito esta pergunta!
A quem eu queria agradar? – fiquei pensando.
Respondi que nem sempre agradaria a todos e estava fazendo o melhor e falando sobre em que acreditava. Não lhe disse, contudo, que no fundo eu queria realmente agradar às pessoas.
Provavelmente ele sabia disso, caso contrário não teria perguntado novamente.
Sabia que não agradaria a todos, mas ao mesmo tempo queria muito que isso acontecesse.
Lembrei nesse momento das palestras... as minhas mãos suavam frias, a ansiedade tomava conta dos meus pensamentos e das minhas noites.
Pensei mais um pouco e cheguei à conclusão de que a única pessoa a agradar deveria ser eu mesma. Isso não implica fazer de qualquer jeito, mas sim o certo da maneira correta.
Hoje, ao término de cada palestra, faço uma análise do que foi dito, e se poderia ser feito de uma outra forma ou trazer algum complemento e mantenho essa pergunta sempre comigo: A quem eu quero agradar?.
Essa pergunta fez e faz a grande diferença em minha vida profissional e hoje fico mais tranqüila ao iniciar uma palestra ou curso.
O caminho do sucesso eu não sei mas o do fracasso é querer agradar a todos!
A quem você quer agradar?

Thatiana Tondato – Consultora Empresarial e Palestrante Motivacional
Site: thatianatondato.com.br

Ouça o programa "Wake Up" com Thatiana Tondato toda segunda-feira as 18:00 pelo site www.radioliceu.com.br

“Paz e Luz”


Jornal: Sol Português - Toronto - Canadá - 21/05/10

domingo, 16 de maio de 2010

“Você pode alcançar a imortalidade, basta fazer apenas uma coisa notável...”

O desejo de ser querido é um dos maiores anseios da humanidade e por isso quando não consideramos grandiosas as coisas que gostaríamos de fazer, acabamos colocando-as de lado.
Queremos realizar apenas os grandes feitos...
Mas você já pensou no efeito de um bilhetinho, uma carta escrita à mão, uma flor... tudo isso demonstrando à pessoa: estou com saudades, você é único, ou amigos assim não se encontra todos os dias?
São pequenos gestos, mas notáveis.
A imortalidade não consiste apenas no que fazemos, mas como deixamos as nossas marcas nas pessoas.
Basta fazer uma coisa notável...

Thatiana Tondato – Consultora Empresarial e Palestrante Motivacional
Site: thatianatondato.com.br

Ouça o programa "Wake Up" com Thatiana Tondato toda segunda-feira as 17:00 pelo site www.radioliceu.com.br

“Paz e Luz”


Jornal: Sol Português - Toronto - Canadá - 14/05/2010

“Os fracos jamais perdoam. O perdão é uma qualidade das pessoas fortes” Mahatma Gandhi

A semente do amor está sempre em nós, pronta para ser regada e aflorar. Não importa o seu tamanho atual, se deixarmos, ela tomará proporções gigantescas.
Um simples ato de carinho pode quebrar o ciclo de ódio e raiva e esse mesmo gesto criará nas pessoas a vontade de retribuir. O carinho tem o poder de encontrar uma brecha nos corações mais emaranhados de tristezas e revoltas.
Amar e ser amados como somos normalmente é tudo o que almejamos.
Mas sabemos quem somos?
O que realmente queremos que as pessoas amem? O ser que usa máscaras, aponta o erro dos outros para não ver os seus e grita para não ouvir o seu próprio coração?
É difícil até para nós nos aceitarmos nesses casos, quanto mais nos amarmos.
Mas não há outro caminho. O perdão começa por nos aceitarmos e amarmos como somos e assim conseguimos também perdoar aos outros.
Sim, eu sei que nem sempre temos as ações mais perfeitas, mas o erro é um grande mestre.
Claro que podemos encurtar algumas trilhas caso aprendamos com o erro dos outros. Dizem que isso é sabedoria!
Estamos em uma época de grandes transformações e as maiores e melhores sempre acontecem primeiro nos nossos corações.
Tenha a ousadia de ver a pessoa maravilhosa que você é.
Não existe ninguém igual a você! Lembre-se sempre disso.

Thatiana Tondato – Consultora Empresarial e Palestrante Motivacional
Site: thatianatondato.com.br

Ouça o programa "Wake Up" com Thatiana Tondato toda segunda-feira as 17:00 pelo site www.radioliceu.com.br

“Paz e Luz”


Jornal: Sol Português - Toronto - Canadá - 07/05/2010

“As pessoas poderão não lembrar do seu nome, nem do seu rosto, mas lembrarão da forma como você as tratou”. - Anônimo

Atitude!
No final tudo se resume às nossas ações.
Nem sempre temos consciência do efeito de uma ação.
Não sabemos ao certo como as pessoas reagirão às nossas atitudes, mas podemos ter uma idéia.
Talvez “amar ao próximo como a ti mesmo”, seja uma boa bússola a nos orientar.
Às vezes fazemos algo, certos de que agradaremos, e as reações são totalmente contrárias às nossas expectativas.
O que fazer então se nunca agradamos a todos?
Façamos o melhor e o melhor voltará para nós.
Pode ser que as pessoas a quem nos dirigimos ainda não conseguem ver a vida como a vemos...isso significa que cada um tem o seu tempo e constrói o próprio caminho para a sua evolução.
Respeitar esse tempo também é amar e seremos lembrados por isso!

Thatiana Tondato – Consultora de Empresas e Palestrante Motivacional
Site: www.thatianatondato.com.br

“Paz e Luz”


Jornal: Sol Português - Toronto - Canadá - 30/04/2010