domingo, 30 de maio de 2010

“Todos nós seres humanos às vezes funcionamos como lentes corretivas – ajustamos o foco”.

Conversando com um amigo pouco antes de começar uma palestra, ele comentou que não podemos dar de mais, nem oferecer de menos e que nem todos estavam no mesmo degrau na evolução.
Perguntei-lhe então: como fazer? O que falar, como fazer a palestra?
Nesse momento perdi o rumo. Pareceu nessa hora que todo o meu trabalho tinha sido em vão! Ele consegue fazer isso comigo, em poucas palavras meu mundo se desfaz e tenho que reconstruí-lo e isso tudo antes de iniciar uma palestra! Então disse-me: “todos nós seres humanos às vezes funcionamos como lentes corretivas – ajustamos o foco”.
Pensei um pouco, tomei fôlego e fui fazer o meu trabalho. Resolvi iniciar com aquela frase.
Muitas vezes as pessoas perdem-se nos próprios pensamentos, criam situações que jamais ocorrerão, e acreditam tanto nessa mentira que ela passa a ser verdade. Somos lentes corretivas quando nos lembramos do poder das palavras de elevar ou destruir e ao escolhermos elevar aos outros, as nossas palavras poderão mostrar uma luz e a outra pessoa consegue continuar caminhando com suas próprias pernas.
Porém ações falam mais alto que qualquer palavra e elas são a verdadeira inspiração, o que realmente ajusta o foco.
Não encontraremos segurança fora de nós, entretanto quando nos cercarmos de pessoas calmas, tranqüilas e seguras, isso nos ajudará a trazer o melhor de nós à tona e conseqüentemente também seremos bons exemplos aos que nos cercam.
Às vezes tudo o que necessitamos é saber ser possível sairmos de alguma dificuldade e quando temos exemplos de como fazer facilita muito o caminho.
Que tipo de lente você está sendo?

Thatiana Tondato – Consultora Empresarial e Palestrante Motivacional
Site: thatianatondato.com.br

Ouça o programa "Wake Up" com Thatiana Tondato toda segunda-feira as 18:00 pelo site www.radioliceu.com.br

“Paz e Luz”

Jornal - Sol Português - Toronto - Canadá - 28/05/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário